Lula livre…

Pois é… se o escárnio é inevitável, relaxa e troça “babaca”. Algumas situações dispensam explicações, não há por que procurar arrazoar.

Putz, me caiu a ficha!

Vamos entender o óbvio, não importa se houve ou não corrupção ou ilícitos administrativos no Governo A, B ou C. Não é esta a questão; pois, na verdade, os que são defensores de “político de estimação” também são péssimos julgadores, já que por si julgam seus “protegidos”. Atentem ao gravíssimo “X” da questão: se fosse dada nova oportunidade aos “babacas” da ORCRIM (PT), fariam tal e qual o desafortunado “bobo da corte” citado em epígrafe. Por incrível que pareça, a Sra. Dilma, por incompetência no asco da corrupção, fez um pouco menos pior neste quesito, sofrendo só o impeachment.

Temos o tecido social extremamente esgarçado, fétido e putrefato e, não adianta esbravejar, no momento é a sociedade que temos como vestimenta do Brasil. Por favor, nada de ilusão ou seletivismo social em pensar tratar-se ser um desvio de caráter exclusivo das classes mais empobrecidas; a falta de ética, moral e civismo (babaquice) não escolhe berço. Digo mais, os maiores criminosos da nação são de colarinho branquíssimo e usam Giorgio Armani, no mínimo.

Este seleto grupo bem trajado com os bolsos abarrotados, capazes de convencer “incorruptíveis” advogados (aqueles da mesma laia), é que se beneficiarão com a derrubada da prisão em segunda instância. Simples assim! Primos ricos Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello, Rosa Weber, Celso de Mello e Ricardo Lewandowski… vocês são ótimos!

Bem, a frase a seguir tem um “porrilhão” de tempo e praticamente todo brasileiro já a leu alguma vez na vida; mas pelo visto a mensagem é difícil de assimilar e dificílima de pensar. Coisas de Ruy Barbosa que vale a pena, sempre, reforçar: “de tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto”.

Não cabe falar da libertação do “delirante” sociopata egocêntrico, que a duras penas está caindo na mais pura realidade. Lá no fundo sentimo-nos envergonhados de ver um mandatário presidente da República do Brasil guardado a sete chaves. Aliás, que feio, parece que cada presidente ou a unanimidade dos governadores do RJ quando deixam o poder, já entram automático na fila do cárcere. No entanto, o que entristece profundamente é constatar a cegueira e a servidão de parcela da população que se deixa levar como manada (seja de propriedade do capataz A, B ou C), sem discernir que uma hora chega o momento do abate: os impostos para todos nós pagarmos, os “babacas” de plantão ou não. Pior, impostos que nunca nos dão o devido retorno!

Veementemente, não adoto “político de estimação” e, muito menos, seus filhotes.

Toma cuidado com teu nome, pois ele permanecerá contigo por mais tempo do que uma grande quantidade de ouro”. Bíblia

PRA VC QUE NÃO ESTUDOU HISTORIA VERDADEIRA OU NÃO TE DEIXARAM ESTUDAR PULANDO ESSA PARTE, ASSISTA ATÉ O FIM, É VEJA SE VC É DO BÉM OU DO….VC ESCOLHE.

Publicado por Anisio Anisio Madureira em Sexta-feira, 1 de novembro de 2019
Tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Mario Câmara

Lema: "Se não puder voar, corra. Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteje, mas continue em frente de qualquer jeito." Martin Luther King Jr.

Os comentários estão desativados.