Terra Brasilis… de mal a pior.

ÊTA porqueira… ando meio afastado da escrita, mas diante de tanta baixaria tenho que botar uns palavrões pra fora.fudidos

Todos nós, sejamos “coxinhas” ou “petralhas”, temos a percepção que estamos num momento de colapso político, econômico e moral; é fato: o Brasil está indo de mal a pior. Pasmem, por estranho que possa parecer, este não é o problema maior. O “x” da questão está na incapacidade de se vislumbrar uma escapatória que se possa dizer, minimamente, digna. As alternativas de assunção do poder são péssimas. É cada um por si e Deus por todos.

A podridão que se entranhou em nossa sociedade chegou a tal ponto, que perdemos a capacidade de discernir entre o certo e o errado. Os valores são meros verbetes da “boca pra fora”, aplicados tão somente para ludibriar os incautos. Os que pregam a igualdade social são os primeiros a prevaricarem na partilha, locupletando-se. As pessoas estão tomadas pela insensatez da “causa” acima de tudo e não há evidências que lhes façam recobrar a razão. Apesar de discordar, passo a entender o raciocínio torpe da “banda podre”, onde para atingir o fim, justificam-se os meios, sejam quais forem: corrupção, mentira, “pedaladas”, apadrinhamentos, incompetência, etc. Fomos infectados pela “cegueira da insensatez”; pior, com obtusos de ambas as partes.

Neste cenário de caos, é cada um tentando defender o seu quinhão; enquanto caminhamos de roldão, sem perceber, para a queda abissal. Na luta pela sobrevivência o que vale é o dia de amanhã, a ser conquistado com unhas e dentes. O que vem mais pra frente está completamente indefinido, não cabendo espaço na pauta. Portanto, desprovidos da sobriedade para planejar a médio e longo prazo, vamos rumando ao sabor do vento, ao Deus dará.

O necessário alinhamento político não se faz sem um plano de governo sério e decente, que nunca mais se percebeu existir desde o período neoliberal e não sei se um dia voltará a existir, em face dos tamanhos conchavos e acordos que apodrecem o Estado-Nação. A fundamental guinada econômica não se dá sem um setor produtivo aguerrido, confiante, inovador e carreador de divisas, que não venda a própria alma ao poder público em troca de benesses de toda espécime. O imprescindível amadurecimento moral, ético e cultural da nossa sociedade, não vai acontecer da noite para o dia, valendo-se de meros chavões populistas como “A Pátria Educadora” ou assistencialismos interesseiros e corrompidos como os programas “Bolsa Família” e “Minha Casa, Minha Vida”. Compatriotas, apesar de sermos filhos que não fogem a luta, não temos sequer uma faísca no final do túnel.

Em síntese e muito objetivamente, eu avisei que ia xingar: brasileiros e brasileiras, sejam contra ou a favor do impeachment, estamos TODOS na merda!

“O problema não é o problema – o problema é a atitude com relação ao problema.” – Kelly Young

Sobre Mario Câmara

Lema: "Se não puder voar, corra. Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteje, mas continue em frente de qualquer jeito." Martin Luther King Jr.
Marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *