Releituras

Perdoem-me o topete de reverter o ditado popular, num arranjo que me soa mais apropriado para relações comerciais: “Negócios são negócios; amigos à parte”. E, porque não, talvez aplique-se no campo diplomático, desde que com uma colher de vaselina. A pobre da Gleisi Hoffmann, refém moral da idolatria cega ao regime comunista, mostra-se incapaz de…

Leia Mais

Será que um robô irá me substituir?

IA, IA, IA … só se fala nisto! Acredito que a insistência no assunto tem fundamento no faturamento de uma nova indústria de lucro. Infelizmente, não credito a proliferação do termo IA ao seu auge, finalmente alcançado; porém ao puro apelo de marketing que a “tecnologia” – dita como IA – pode agregar ($) aos…

Leia Mais

Surpreendente mente

Ando sentindo-me bastante aliviado pois finalmente consegui decifrar o modus operandi da cabeça de parcela do povo brasileiro. Trata-se de um exemplo clássico de lógica inversa. Alguns chamam de negacionismo ou “aburrescência”. Funciona assim: caso se diga que uma vacina é importante, efetiva e segura causará repulsa; por outro lado, caso se diga que um…

Leia Mais

Meu pote, minhas regras

Vivente … não estranhe minha mania de usar e abusar das parábolas pois elas são como fios condutores da minha linha de pensamento. E a figura felizarda da vez é um “pote”. Não é possível que um mero acessório de cozinha possa servir de inspiração, mas não se apoquente que há muito mais além da…

Leia Mais

Equilíbrio ou ponderação

Tá … não haveria luz se não fosse as trevas, daí a importância do equilíbrio. As mudanças tornaram-se tão frequentes que passam desapercebidas [1], sem espaço para o contraponto (reflexão). Por conta disto, aparentemente, o contínuo das transformações não nos tira mais o fôlego e aprendemos a nos comportar tal como um caranguejo na panela…

Leia Mais

Lulau-au

O Lula está se comportando exatamente como cachorro que late mas não morde. Sabe aquele cachorro que inferniza latindo pro vizinho, situado lá do outro lado da rua. Agora, é só abrir o portão que o guaipeca coloca o rabo entre as pernas e se esconde lá no fundo da casinha. Somos realmente um país…

Leia Mais

Caserna de tijolos

Não sou das retrospectivas, prefiro as prospectivas, mas nesta feita abrirei uma exceção. Resgatarei uma velha palestra ministrada, em 2017, para um público especializado em TIC que tratou de dois assuntos: (i) invenção x inovação; e (ii) níveis de operação de uma Central de Serviço. Antes cabe esclarecer o contexto, estávamos numa fase de estudo…

Leia Mais

Olhar firme

Peraí, peraí, peraí … não que eu seja um expert do assunto, dias desses me perguntaram o que eu acho da IA (Inteligência Artificial)? Por conta do perfil do interlocutor (tecnocrata, sou metade assim), já sabia qual era a resposta esperada e julguei por bem não ser o desmancha prazeres. Desconversei porque bom gaudério não…

Leia Mais

Potencialize-se

O GPS a que me refiro hoje significa Guia de Potencial Singular, um interessante homônimo ao Sistema de Posicionamento Global (GPS). Sendo a coincidência intencional ou não, vejo pontos em comum pra interligar e criar conexões. Para soltar a criatividade, vamos debulhar o entendimento sobre efemérides e azimutes. Antes do breve passeio técnico, temos que…

Leia Mais

A casa caiu

Farei uma revelação bombástica: acredito piamente em papai Noel, na Cuca Te Pega e no Saci-Pererê. Agora, pelo amor de Deus, não me venham querer fazer acreditar em político brasileiro honesto, pois – caso exista – mora na rabeira da curva de Gauss, depois do triplo desvio padrão (3σ). Assoprando: o traste, alçado ao poder…

Leia Mais