Em busca do menos pior

“Em resposta ao post (anexo em Comentários) de um amigo-irmão que sempre leio, considero e admiro …”

Me engana que eu gosto!

Gosto disto! Aprecio a coragem e o valor quando a pessoa expressa sua opinião, cunhada de próprio punho. Infelizmente, temos perdido o hábito de “escutar” (ou ler) para compreender, pois estamos muito mais preocupados em responder. Quando o assunto é árido ou adverso, então; não se para sequer um segundo para uma reflexão antes do revés.

Diante do preâmbulo, procuro respeitar e ponderar qualquer ponto de vista, seja de qual for o meio ou a fonte da informação, e não me desgasto com trocas de farpas. Demoro mastigando, praticamente “ruminando”!

Mas, já que me referi a palavra respeito, com todo amor e carinho: o Lula é ex-presidiári0, descondenad0, [email protected], corruPT0 e chefe de organizaçã0 crimin0sa, o qual não sou capaz de votar nem sob tortura. Do outro lado, de foro íntimo, tenho desgosto e asco pelo baixo nível de governante que nos resta como opção. Talvez, minhas expectativas estejam fora de propósito, porém esperava mais de um governante que somente “não roubar”; isto é o mínimo, que se tornou um milagre ou qualidade divina em Terra Brasilis.

Também entendo ser um desatino imputar todas as mazelas de um país continental –  exclusivamente – ao seu mandatário. Mas, só entre nós, houve nesse governo federal tropeços graves, porém serei menos habilidoso e assertivo que o amigo Gilvan, e não me darei ao trabalho de elencar os aspectos negativos em contraponto; mesmo porque existem aqueles que não os gostaria de “escutar” e não tô a fim de me indispor.

Miseravelmente, caso ousasse abrir a boca, sou capaz de antever o coro de respostas – de pronto – apontando os culpados… (STF, imprensa, comunismo, urnas, imagens dos satélites, “jacaré”, etc, etc e etc). Nadica de nada de mea culpa presidencial, que faria um imenso favor – a si mesmo – ficando de boca fechada. Acredito que haja formas inteligentes e hábeis de contornar as situações por mais complicadas que sejam, sem apelar para a ignorância e grosseria gratuita, que alguns amenizam dizendo fazer parte da “sinceridade” da figura desqualificada. Quem dera… estadista onde? Desculpa, o apelido “Bozo” (um palhaço sem graça e sem competência) até caiu simpático!? Eu prefiro o insano Dom Quixote de La Pátria e suas inglórias batalhas contra moinhos de vento metafóricos.

Mesmo em voto de protesto, diante da imundícia dos políticos que sobraram na prateleira, mantenho-me otimista e crédulo na resiliência do nosso país, que dispõe de um povo que não foge à luta diária pela sobrevivência. Brasil, mostra a sua cara!

 

“O pior cego é aquele que não quer ver, ouvir, nem acreditar. O pior cego, é aquele se faz de surdo. Aliás, o pior cego não é cego… é burro!”

– Heloá Marques

1 comentário

  1. Mario Câmara em 6 de outubro de 2022 às 15:23

    É SÓ NÃO ROUBAR!
    Outra conta que não fecha são os serviços públicos com os altíssimos impostos que pagamos.
    Sendo bem otimista, até pouco tempo, talvez metade do arrecadado era bem empregado.
    Mas nos últimos quatro anos, esse cenário teve uma mudança. E aqui vão alguns fatos…
    O atual governo não teve folga, com todos contra ele.
    Em 2019, trabalhou com o orçamento planejado no governo anterior.
    Em 2020, veio o COVID. Aqui um parênteses… (em fevereiro, o Presidente decretou emergência nacional, mas o Carnaval falou mais alto, quando ignoraram o cenário que viria.) Daí o “fique em casa”, produção caindo, comércios fechando,…
    E para completar, veio a guerra na Ucrânia, com reflexos em todo o Mundo.
    Com tudo isso, o governo reduziu impostos federais, pagou o auxílio emergencial, vem pagando o Auxílio Brasil, no tocante ao COVID, milhões foram destinados aos estados, e a lista é grande.
    Redução da dívida do FIES. E pode crer que tem beneficiado votando em L.
    Falar o que das obras de infraestrutura?
    Conclusão de obras de governos anteriores, novas concessões com novos investimentos, BR 163 asfaltada (aquela com os intermináveis atoleiros no escoamento da produção do Centro Oeste e que esperava por isso por mais de 40 anos), estatais voltando a ter lucro,… e a lista também é grande.
    Ahhh… e o preço dos combustíveis?
    Poderia falar muito mais.
    Mas qual o milagre?
    É SÓ NÃO ROUBAR!
    Talvez vocês se lembram de uma série de reportagens no Fantástico, sobre corrupção nas prefeituras… “Cadê o dinheiro que tava aqui?”. Pois é! Alguns roubos inacreditáveis.
    É muito dinheiro que vai pelos ralos da corrupção.
    E amigos, se o presidente dava esse mal exemplo, imagine o restante.
    É claramente compreensível você não de algumas posturas do Bolsonaro, eu também não gosto de algumas posturas dele.
    Mas tente entender a pressão do sistema contra ele e das provocações.
    Se você não gosta do Bolsonaro, porque não se aposentou e vai ter que trabalhar um pouco mais, é muito provável que estivesse aposentado sem seu salário.
    Se você não gosta do Bolsonaro porque dizem que ele é machista e misógino, nunca as mulheres foram tão bem assistidas como agora.
    Se você não gosta do Bolsonaro porque dizem que ele é genocida, principalmente por causa do COVID… você sabia que no Brasil, todo ano morrem cerca de 400 mil por causa das principais causas respiratórias? Então pare com esse mi-mi-mi.
    Se você não gosta do Bolsonaro, porque dizem que ele é fascista, pergunto se alguém foi preso por chamá-lo de “bozo”?
    Sobre a corrupção, a condenação do ex-presidente é um fato incontestável. Foi o líder do maior esquema de corrupção no Mundo. E ele não foi inocentado, foi sim livrado indevidamente.
    Lula disse que não se fazia a Copa do Mundo com hospitais e foi também mais um campo aberto para a corrupção.
    Enquanto o Brasil necessitava de novas refinarias, hospitais, restauração de estradas e asfaltamento de outras, mandou sim bilhões para países com ditaduras.
    Agora, se você ainda prefere votar no Lula porque não gosta do Bolsonaro, lamento informar que você tem sérios problemas ou precisa se informar melhor. Não esqueça que a Globo virou uma emissora partidária.
    Nos não precisamos apanhar mais para crescer.
    Depende de cada um de nós!
    Juntos somos mais fortes.
    SEMPRE FOI PELO BRASIL🇧🇷
    (Gilvan Alves Flores)

Deixe um Comentário