Lulau-au

Pra não variar … só bravata.

O Lula está se comportando exatamente como cachorro que late mas não morde. Sabe aquele cachorro que inferniza latindo pro vizinho, situado lá do outro lado da rua. Agora, é só abrir o portão que o guaipeca coloca o rabo entre as pernas e se esconde lá no fundo da casinha.

Somos realmente um país aquinhoado; prova disto é resistirmos a sucessivas nulidades no poder, com direito a reprise. Fico indignado … como pode  o mandatário do “paz & amor” não ter convidado o amigão Maduro para resolver o problema numa mesa de bar tomando uma cerveja? Cadê o ilustríssimo humanista capaz de consertar o mundo, contanto que não seja o seu quintal de casa? Mais uma vez, nada além de bravatas!

A “narrativa” do imprudente e aventureiro venezuelano vai tomando corpo e forma cartográfica; enquanto por aqui, faz-se vista grossa ao devaneio chavista.

Sinceramente, apesar dos pesares, não vejo como problema grave para nós, a não ser a humilhação, já de praxe. Acredito que caso … caso haja um acirramento nos ânimos teremos um episódio similar as Malvinas, a lá Davi (Venezuela) contra Golias (Guiana respaldada pelo EUA), sem menor chance pra sorte do bodoque. Senta a púa no ditador Nicolás Maduro!

E o Brasil, apesar da tão propalada – boca pra fora – expressão geopolítica no cenário mundial, sem dar um pio. Afinal, o irmano “comunista” (não pode falar comunista, agora é socialista) é mal compreendido. Coitado! Dele ou, será, de nós?

 

 

“De onde menos se espera, daí é que não sai nada.”
– Barão de Itararé

1 comentário

  1. Mario Câmara em 15 de fevereiro de 2024 às 12:14

Deixe um Comentário